Casei! 13/02/2021 às 13h13 s2
20mar

Casei! 13/02/2021 às 13h13 s2

postado por em 20/03/2021

Eu sonhei a vida toda em viver um grande amor. Então, quando já havia quase perdido as esperanças, ele aconteceu (e muito melhor do que eu imaginava). Aí eu casei, com toda a certeza do mundo e com uma alegria que quase não coube no meu peito. Mas isso é história pra um outro texto. Nesse, quero eternizar nossa história contada aos olhos de terceiros, coisa tão linda e gostosa de ler que replico...

continue lendo
No teu cheiro
06jul

No teu cheiro

postado por em 06/07/2020

Sugestão de música para o acompanhamento da leitura está AQUI. Foi no teu cheiro que eu senti minha razão escorrer pelos dedos. Ali, envolvida no calor do seu abraço e de cabeça enfiada no teu peito eu só consegui pensar em uma palavra: “FODEU”. Perdi a palavra, o senso e o juízo só pra poder respirar fundo mais uma vez e tatuar teu cheiro em mim. Sem dizer nada (sabíamos, não...

continue lendo
Afeto
30jun

Afeto

postado por em 30/06/2020

Leia esse texto ao som dessa música. Não sei explicar ao certo o que aconteceu, mas eu pisquei e vim parar de moldura no batente da minha própria porta, esperando você subir as escadas e vestindo um sorriso irredutível no rosto, sem conseguir deixar de pensar como o mundo deu voltas e mesmo assim, nosso elo nunca se quebrou. E, graças ao seu medo bobo de elevador, eu tenho um tempo extra pra...

continue lendo
No teu sorriso
01jun

No teu sorriso

postado por em 01/06/2020

Sugestão de música pra ouvir enquanto lê é ESSA AQUI. Fazia um bom tempo que eu já não acreditava em romantismos. Acho que a dura realidade da vida me quebrou tanto e tantas vezes a tal ponto de eu enfim ceder e achar que valia à pena matar a hopeless romantic que tão orgulhosamente outrora habitou em mim. “Nunca ganhei nada sendo assim” por fim, eu pensei. Tratei de aos poucos...

continue lendo
Polenta na panela de pressão
18Maio

Polenta na panela de pressão

postado por em 18/05/2020

As velhas nonnas italianas que me perdoem, mas eu não tenho o mínimo saco de ficar um tempão mexendo uma receita (qualquer uma). PORÉM, eu AMO polenta (em todas as suas consistências e formatos possíveis) e aparentemente, minhas únicas opções eram comprar ou encarar a barriga esquentando no fogão para todo o sempre (dramática sim). EIS QUE, minha curiosidade extrema por acelerar e simplificar...

continue lendo