Chega!
14jul

Chega!

postado por em 14/07/2016

  Chega. Eu não quero mais ouvir o óbvio. Hoje em particular, quero propositalmente me privar de entender, apreciar e até mesmo ver poesia nesse nosso jeito cético e ranzinza de ver a vida. Nossos tons de cinza, sempre tão bem pintados numa dança quase ensaiada, hoje me descompassaram. Mas a culpa não é sua, meu bem: eu que fiz dormir a razão e deixei o coração sonhar com todas as cores do...

continue lendo
Talvez por isso…
17mar

Talvez por isso…

postado por em 17/03/2016

Meu atrevimento te assusta, eu sei: talvez porque ele se pareça tanto com o seu. Logo você, que sempre tão verborrágico foi capaz de bater no peito e definir sentimento, ficou sem fala quando eu sorri e não tentei contrariar. Sua vontade constante de estar certo e ser confrotado ficou perdida quando eu simplesmente disse sim. Sem justificativa, sem desculpa. Entende de uma vez que o que me faz...

continue lendo
Meu sorriso tem endereço, meu bem
12mar

Meu sorriso tem endereço, meu bem

postado por em 12/03/2016

(antes de ler, abra essa música em outra aba) “Que sorrisão”. Ah meu bem, você mal sabe, mas o motivo dele tem nome, sobrenome e apelido carinhoso entre os meus amigos. É alto, moreno, cheiroso, inteligente e sorri fácil, desse tipo bem clichê de texto meloso que faz a gente se apaixonar num piscar de olhos sem nem perceber. Mas a vida nunca foi justa, e esse maldito bom senso me fez sufocar há...

continue lendo
Vem comigo, menino
06mar

Vem comigo, menino

postado por em 06/03/2016

Leia ao som dessa música. Menino, se arruma que chego na sua casa em 10 minutos. Não pensa muito e fecha os olhos. Me dá a mão que eu te levo; deixa que eu decido por nós dois. Entra no carro sem pestanejar, sem hesitar, sem piscar. Nós vamos sem rumo pra qualquer lugar (que não seja aqui). Quero mato, quero calma, quero só nós dois e as estrelas de testemunha pra tudo que eu tenho pra dizer...

continue lendo
Foi fácil
05mar

Foi fácil

postado por em 05/03/2016

Leia ao som dessa música aqui. Gostar de você foi fácil, meu bem. Não teve jogo, demora, vergonha ou paranóia. Fomos aquele monte de verdades ditas em meio a sorrisos e cervejas que simplesmente fizeram sentido: não houveram borboletas, flores ou poesia. Por outro lado teve paz, cumplicidade e pra quem ligar ao final do dia. Com você quero abraço, chamego, carinho e burburinho. Quero cheiro,...

continue lendo
Não sei dizer…
05mar

Não sei dizer…

postado por em 05/03/2016

Leia ao som dessa música. Não sei dizer o momento exato em que nos perdemos um do outro, mas aconteceu. Aconteceu um pouco por dia, enquanto caminhávamos sem as mãos dadas, a cada vez que esquecemos de escolher palavras mais doces, e todos os dias que relaxamos com nossa aparência. Aconteceu enquanto não fizemos planos e a rotina tratou de engolir o romantismo e a vontade de estar perto....

continue lendo
Página 5 de 112« Primeira...34567...Última »